Caldeiraria presente nos estádios de futebol

28/11/2022

Aproveitando o assunto mais comentado do momento, a copa do mundo, vamos falar por aqui um pouco sobre como a caldeiraria está presente nos estádios de futebol…

Acompanha e leitura e entenda um pouco mais…

Presença garantida

De uma casa a um estádio de futebol, quase toda construção possui metal em sua constituição, não somente em pequenos elementos, como pregos e maçanetas, mas também como base estrutural de toda a edificação.

Estruturas de grande porte fornecidas por indústrias como a Precismec atendem não somente projetos da construção civil, como também usinas, indústrias e estádios, por exemplo. O mercado é amplo, variado e muitas vezes requer produtos específicos. Elementos e equipamentos metálicos podem ser produzidos em variados formatos e tipos, desde chapas e tubos a complexos maquinários, por exemplo. Daí o grande diferencial que é a versatilidade…

Nos estádios, a usinagem está presente nas coberturas, fachadas, estruturas e assentos. Em alguns casos, até mesmo os equipamentos de engenharia, como moldes para fazer as arquibancadas, são de alumínio.

No Brasil os 12 estádios que sediaram os jogos da Copa de 2014 e que são usados atualmente nos campeonatos locais e nacionais, têm vários tipos de metais, dentre eles o alumínio – mesmo os mais antigos como o Maracanã, construído para a Copa de 50, quando as obras usavam basicamente concreto e aço.

Vale destacar o Estádio Nacional de Brasília (apelidado de Mané Garrincha) e o Arena Grêmio, esses dois seguiram a mesma linha dos estádios europeus que utilizam bastante vidro e alumínio. O estádio do Rio Grande do Sul conta ainda com um sistema de fachadas utilizado que tem o nome  “off-set wall”, mecânica e que se assemelha a um lego (brinquedo com peças de encaixe exato).

Copa do Qatar

A copa do Mundo de 2022 também tem a Caldeiraria presente nos estádios de futebol que estão recebendo os jogos.

Vale destacar o estádio 974,Projetado por Fenwick Iribarren Architects, o estádio também conhecido como  Ras Abu Aboud foi construído utilizando a estrutura de uma série de contêineres  e aço reciclado, possibilitando uma montagem rápida e eficiente da estrutura

Este tipo de instalação proporciona um legado perfeito, capaz de ser desmontado e reconstruído em outros locais onde podem vir a ser realizados outros grandes eventos esportivos e culturais”, reforça H.E. Hassan Al Thawadi, Secretário Geral do Comitê de Execução e Legado do evento.

O impacto financeiro  para construção desse estádio foi bem menor se comparada a outros estádios, já que foram utilizados menos materiais de construção. Por isso, a obra se transformou em uma referência para desenvolvedores que buscam soluções inovadoras e impactantes.

Assim que a Copa do Mundo 2022 acabar, muitas das partes do estádio, como os assentos, os contêineres e o teto, serão reutilizadas em diferentes lugares. O local dará espaço a um projeto de desenvolvimento que terá uma zona de recreação com restaurantes, lojas, entre outros serviços.

Interessante não é mesmo?

E aí gostou de saber como a caldeiraria está presente nos estádios de futebol? Continue seguindo nosso blog…

Leia também

O fluxo de solda

O fluxo de solda

Fluxo de solda ou fluxo de soldagem como também pode ser chamado, é um material utilizado no processo de soldagem para...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!