Conheça mais sobre a evolução da usinagem industrial

Caldeireiro desenvolvendo um trabalho rotineiro

05/10/2022

A usinagem industrial é um ramo da engenharia que da forma e acabamento superficial e profundo em matérias pesadas de diversos materiais. Siga com a leitura e conheça mais sobre a evolução da usinagem industrial.

Usinagem industrial

A usinagem é um processo de desgaste mecânico que procura dar a forma projetada à peça a contar de sua matéria prima . Desde a pré-história já haviam sinais do uso da usinagem, quando o homem primitivo aprendeu a moldar ferramentas através da pedra lascada e da pedra polida e do fogo. Com a roda, tudo iria ficar mais fácil. As primeiras usinas trabalhavam com a moagem a partir de moinhos de água e pedras de mó. Daí o nome.  A partir do Século XIX com o aço rápido descoberto da liga do ferro, surgiram as máquinas voltadas para a usinagem de materiais em larga escala.

A usinagem é uma alternativa de produção que inclui a moldagem e a fundição, a primeira através da energia mecânica, a segunda contando também com o calor. Ela hoje é utilizada nos diversos ramos da indústria, com destaque para o setor automotivo, agro e químico, neste último caso para a criação de receptáculos para armazenar e conduzir gases e fluidos.

A usinagem é também um ramo da metalurgia e vai criar processos para dar forma ao metal, com as ferramentas e maquinário a adequados. Assim é que será possível trabalhar a peça a partir da perfuração, criando eixos em parafusos e planos simétricos. A tornearia, por sua vez, o giro do metal em um eixo até que possa ser moldado ou cortado, enquanto na fresagem uma máquina específica (a fresadora) de metal vai ser utilizada para cortar outros metais.

Mas a moagem continua bastante popular na usinagem industrial, em que pese suas características bastante artesanais até hoje, dada sua origem. Através de uma roda de pedra de moagem, sua força e atrito servirão para moldar uma peça de metal. Esta técnica pode ser utilizada para afiar uma ferramenta manual ou dar forma aos materiais metálicos com um acabamento acetinado.

Atualmente, outros procedimentos e materiais foram descobertos e explorados para servir à usinagem, sendo um deles o aço 1045, usado para a fabricação de pinos, parafusos, grampos, pinças e pregos. É mais moldável e se contiver nióbio, mais ainda. Também se criou a expressão “usinagem de precisão” para a produção de peças milimetricamente ajustadas através de procedimentos por computação e tecnologia de última geração. Apesar desta modernidade, ela continua usando o torneamento e o fresamento, dentre outras técnicas centenárias.

A usinagem também se divide em áreas, de três e cinco eixos e usinagem aeroespacial.  No primeiro são produzidas máquinas e ferramentas gigantes com automação e precisão. Na de cinco eixos, há flexibilização dos projetos, com a modificação estrutural ao longo das etapas de produção agregando mais segurança para o colaborador. As duas serão diretamente responsáveis e complementares à usinagem aeroespacial, em que se vai conectar as dimensões de uma categoria à precisão e segurança da outra, sempre visando a otimização do resultado projetado.

Gostou desse texto ” Conheça mais sobre a evolução da usinagem industrial? ”

Continue seguindo nosso blog e fiquei por dentro de assuntos relacionados a usinagem!

Leia também

Usinagem de Ferro Fundido

Usinagem de Ferro Fundido

A usinagem de ferro fundido é um processo crucial para a fabricação de componentes metálicos, amplamente utilizado nas...

Peças feitas pela caldeiraria

Peças feitas pela caldeiraria

A caldeiraria é um ramo da metalurgia que se concentra na produção de peças de metal, geralmente em grandes dimensões,...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!