Como funciona o sistema de despoeiramento?

16/06/2020

Nome difícil, né? Mas seu significado é simples, você nunca mais vai esquecer. Lembre-se de “poeira”. Pronto. O sistema de despoeiramento é, nada mais e nada menos, que um sistema de limpeza do ar. Ele evita que impurezas provenientes da atividade industrial e agropecuária se espalhem no ar, poluindo o ambiente. Aqueles resíduos tóxicos e poluentes, como fragmentos e partículas de gases e impurezas, ficam em suspensão e não alcançam o ar atmosférico quando o sistema de despoeiramento funciona de maneira equilibrada e eficiente.

Esse sistema é tão importante – até por preservar o ecossistema e otimizar a produção – que diversas indústrias o utilizam normalmente em suas linhas de produção e parques industriais. Como as indústrias trabalham com o manuseio de matéria bruta que visa a geração de um produto final, haverá geração de resíduos físicos, ainda que se tratem de ínfimas partículas de impureza. Estes resíduos devem ser retidos ou descartados, e este descarte não pode ser esquecido como importante etapa do processo.

Só que não é possível descartar partículas ínfimas, poeiras, gases.

Como a indústria resolve esse problema?

Estes poluentes ficam em suspensão graças ao processo de despoeiramento, sejam eles sólidos, líquidos e gasosos. Os exemplos aqui são vários: fuligem, gases e vapores industriais, poeiras químicas, fibras, etc… Pense em alguma sujeira e ela poderá ser retida e suspensa pelo despoeiramento.

O sistema é construído a partir de fornos e caldeiras que funcionam acoplados à filtros de ar, ventiladores, dutos e limpadores de filtros. Através da canalização das impurezas em câmaras estanques e hermeticamente vedadas por válvulas, a “poeira” poluente é simplesmente retirada do meio ambiente. As partículas maiores são retidas através de ciclones do tipo “vórtice” gravitacional (lembre-se das aulas de física: energia cinética) e as menores são captadas em filtros e outros coletores (lembre-se do filtro de café). Coletados, hermeticamente acondicionados… pronto! É só descartar.

Gostou do assunto? Continue acompanhando nosso blog...

Leia também

Trocadores de calor industriais

Trocadores de calor industriais

Desde a pré história o homem se preocupou em trocar calor, criando dispositivos então rudimentares que permitiam o...

Teste de cargas para geradores

Teste de cargas para geradores

Quando se fala em teste de carga, tenha em mente que pode ser de dois tipos: teste de carga de obra e teste de carga...

Fabricação de calhas

Fabricação de calhas

Pode até soar estranho, mas a fabricação de calhas também é um ramo da usinagem, e envolve caldeiraria leve (as vezes...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe!