O que são Fluxogramas P&ID

24/03/2021

Todos nós já estudamos fluxogramas, não importa nosso ramo de atividades. Fluxogramas são diagramas (desenhos) que descrevem não um objeto ou uma paisagem, ou um retrato, mas um processo, um sistema, e mesmo o caminho para a criação de um conceito ou de um algoritmo. Ele simplifica a compreensão do trajeto entre a ideia, a consecução e o resultado de um processo de criação – seja ele industrial ou não.
              O termo “fluxograma” vem de fluxo, ou sequência. Lembre-se do fluxo das águas de um rio. Elas descrevem um caminho, não é? Com o fluxograma é assim. Há várias espécies deles, com distintos nomes: mapas de processo, diagrama de fluxo de processos, diagrama de fluxos de dados, etc… Eles possuem siglas em inglês que os distinguem uns dos outros.
              Os fluxogramas que tratam sobre esquemas de tubulação e instrumentos recebem o apelido ou sigla de P&I (Piping and instruments – nome em inglês) .E os fluxogramas que tratam de processos e instrumentos (Process and Instruments) recebeu via de consequência o apelido de P&I. Sua forma mais extensa é o P&ID, sendo “d” o diagrama – o que demonstra o formato gráfico do fluxograma que descreve as ferramentas de comunicação e registro de algo que deva ser guardado.
Ele é uma extensão do Diagrama de Fluxo de Processo e começou a ser usado um século atrás para esquematizar o fluxo de extração de minério. Hoje, o P&ID é utilizado para automatizar processos e possui forte característica descritiva, porque privilegia a forma do processo sobre o seu conteúdo. Ele enumero e organiza todo o processo de fabricação de um produto, com interligações, flechas e sequências pré-estabelecidas para a fácil compreensão e leitura do caminho a ser seguido no fabrico da peça ou na realização da obra visada.

Gostou desse texto? Continue seguindo nosso blog

Leia também

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!