Tipos de guindastes

29/04/2024

A utilização do guindaste na realização de obras e serviços não só funciona, como é imprescindível. Além disso, vamos admitir: é bonito de ver, talvez porque alie a construção civil e a atividade industrial aos princípios da robótica. Confira quais os tipos de guindastes…

Pouca gente sabe, mas o guindaste é uma invenção dos gregos, de início movidos por tração animal, geralmente burros, e utilizados na construção de edificações mais ambiciosas. A utilização ficou assim, bastante artesanal e caseira, até a alta idade média, quando os guindastes estilo “gruas” passaram a ser utilizados na construção de portos e estaleiros e na indústria náutica.

Há vários tipos de guindastes: a grua, a pinça multiangular, os pórticos, a grua florestal e o “truck crane”, vulgarmente conhecido como Munck. Na verdade, é tecnicamente um guindauto rodoviário. Vamos conhecer um pouquinho de cada uma?

A grua

A grua – que em navios recebe o nome de “pau de carga” – é o mais comum dos guindastes e é utilizado para a elevação e a movimentação de cargas e materiais pesados.

Elas utilizam o princípio físico da “ponte rolante” para obter vantagem mecânica sobre a carga pesada, elevada para além das forças humanas a alturas inalcançáveis. Ela é muito utilizada nas indústrias, portos e aeroportos, locais em que deve haver intensa mobilidade no manuseio de cargas. Ela carrega e descarrega contêineres, organiza material em grandes depósitos e movimenta cargas através de guindastes móveis nos estaleiros e indústrias.  

Pinça multiangular

Há várias interessantes diferenças entre a grua e a pinça multiangular. Esta última surge na construção civil e é utilizada até hoje exclusivamente em grandes edificações, enquanto a grua, que é o guindaste convencional, tem um uso mais polivalente e menos segmentado.

A pinça também é maior, e por isso é desmontável. Ela também funciona por meio de contrapeso, de forma a que a parte mecânica a ser elevada fica em uma extremidade graças ao contrapeso gigante e conforme ambos os opostos realizam continuamente a atividade ascendente/descendente. E também é fixada em uma pesada base de sustentação de torre modular, com motor que funciona através de roldanas e cabos super-resistentes.

Pórtico

O Pórtico tem uso também bastante específico: é uma grua utilizada especificamente para descarregar contêineres em portos e aeroportos. Este dispositivo consegue erguer até 12 contêineres de 20 metros cúbicos cada.

Grua Florestal

A Grua Florestal também é assim, com a diferença de que esta se presta exclusivamente ao transporte de toras de madeira para caminhões e carretas – máquina, portanto, bastante utilizada no processamento e transporte de indústrias de carvão vegetal, papel, celulose e para alimentação de caldeiras.

Truck Crane

Por fim, o Truck Crane, que também tem o nome de Guindauto Rodoviário. Mas nós o conhecemos mesmo pelo apelido: Munck ou caminhão Munck. Ele também é bastante utilizado em diversos ramos da construção civil e industrial. Ou seja, é quase tão polivalente quanto a grua.

É um caminhão acoplado ao dispositivo de guindaste e serve para a movimentação de cargas, descarga de maquinário, montagem de estruturas e movimentação de tanques e silos do agronegócio, sobretudo grandes tonelagens de grãos. O guindaste é sobreposto ao chassi alongado de um caminhão convencional, o que o permite funcionar como um sistema único.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre tipos de guindastes utilizados na indústria? Continue seguindo nosso blog…

Leia também

Transporte de Peças Gigantes

Transporte de Peças Gigantes

A Precismec fabrica todo tipo de peças, isso vocês já sabem, mas uma dúvida comum em nossos parceiros e colaboradores...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!