Tipos de guindastes e suas diferentes utilidades

16/12/2021

A utilização do guindaste na realização de obras e serviços é imprescindível. Além disso, vamos admitir: é bonito de ver, talvez porque alie a construção civil e a atividade industrial aos princípios da robótica.

Pouca gente sabe, mas o guindaste é uma invenção dos gregos, de início movidos por tração animal, geralmente burros, e utilizados na construção de edificações mais ambiciosas. A utilização ficou assim, bastante artesanal e caseira, até a alta idade média, quando os guindastes estilo “gruas” passaram a ser utilizados na construção de portos e estaleiros e na indústria náutica.

Há vários tipos de guindastes: a grua, a pinça multiangular, os pórticos, a grua florestal e o “truck crane”, vulgarmente conhecido como Munck. Na verdade, é tecnicamente um guindauto rodoviário. Siga com a leitura e conheça mais sobre os tipos de guindastes e suas diferentes utilidades…

A grua

A grua – que em navios recebe o nome de “pau de carga” – é o mais comum dos guindastes e é utilizado para a elevação e a movimentação de cargas e materiais pesados.

Elas utilizam o princípio físico da “ponte rolante” para obter vantagem mecânica sobre a carga pesada, elevada para além das forças humanas a alturas inalcançáveis. Ela é muito utilizada nas indústrias, portos e aeroportos, locais em que deve haver intensa mobilidade no manuseio de cargas. Ela carrega e descarrega contêineres, organiza material em grandes depósitos e movimenta cargas através de guindastes móveis nos estaleiros e indústrias.  

Pinça multiangular

Há várias interessantes diferenças entre a grua e a pinça multiangular. Esta última surge na construção civil e é utilizada até hoje exclusivamente em grandes edificações, enquanto a grua, que é o guindaste convencional, tem um uso mais polivalente e menos segmentado.

A pinça também é maior, e por isso é desmontável. Ela também funciona por meio de contrapeso, de forma a que a parte mecânica a ser elevada fica em uma extremidade graças ao contrapeso gigante e conforme ambos os opostos realizam continuamente a atividade ascendente/descendente. E também é fixada em uma pesada base de sustentação de torre modular, com motor que funciona através de roldanas e cabos super-resistentes.

Pórtico

O Pórtico tem uso também bastante específico: é uma grua utilizada especificamente para descarregar contêineres em portos e aeroportos. Este dispositivo consegue erguer até 12 contêineres de 20 metros cúbicos cada.

Grua Florestal

A Grua Florestal também é assim, com a diferença de que esta se presta exclusivamente ao transporte de toras de madeira para caminhões e carretas – máquina, portanto, bastante utilizada no processamento e transporte de indústrias de carvão vegetal, papel, celulose e para alimentação de caldeiras.

Truck Crane

Por fim, o Truck Crane, que também tem o nome de Guindauto Rodoviário. Mas nós o conhecemos mesmo pelo apelido: Munck ou caminhão Munck. Ele também é bastante utilizado em diversos ramos da construção civil e industrial. Ou seja, é quase tão polivalente quanto a grua.

É um caminhão acoplado ao dispositivo de guindaste e serve para a movimentação de cargas, descarga de maquinário, montagem de esetruturas e movimentação de tanques e silos do agronegócio, sobretudo grandes tonelagens de grãos. O guindaste é sobreposto ao chassi alongado de um caminhão convencional, o que o permite funcionar como um sistema único.

Gostou de conhecer mais sobre os tipos de guindastes? Continue seguindo nosso blog.

Leia também

Misturadores Industriais

Misturadores Industriais

O termo misturador é bem comum, mas muito abrangente.... É preciso entender que na construção civil o termo...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe!